Sim, aquelas pequenas manchas escuras que você está vendo na água são realmente tubarões de 2 metros de comprimento.

Essas fotos aéreas e imagens de vídeo capturam uma cena épica de um número estimado de 10.000 tubarões galha-preta (Carcharhinus limbatus) migrando ao longo das margens de Palm Beach, Flórida, na manhã de 12 de Fevereiro.

Enormes congregações destes tubarões não são fora do comum, eles são geralmente encontrados ao sul de Ft. Lauderdale. O biólogo Dr. Stephen Kajiura, da Florida Atlantic University, trabalha em um projeto para entender esse processo de migração, rastreando os animais para tentar desvendar esse comportamento.

gralha-preta-1

Falando em uma entrevista as rádios locais , acrescentou, “Há literalmente dezenas de milhares de tubarões a poucos passos de distância da nossa costa, é incrível como eles ficam perto sem medo”.

Dr. Kajiura acredita que o aumento da temperatura dos oceanos pode ter ajudado os tubarões a ficarem, pois geralmente nesse época eles viajam até o sul em direção ao equador. Falando à ABC , ele disse: “Uma das ideias pode ser que, é que agora virou um habitat adequado, então podem ficar por aqui”.

gralha-preta-2

Para a população da Flórida, a mensagem é que não tenham medo. Apesar de serem muitos parecidos com o tubarão branco, os tubarões galha-preta tem uma atitude particularmente “arisca” com os seres humanos e são muito mais propensos a nadar longe do que atacar. Como tal, ataques fatais de tubarões galha-preta são desconhecidos, e não apenas na Flórida, mas em todo o mundo.

Confira algumas imagens do galha-preta

gralha-preta-3 gralha-preta-4