A Psilocibina é uma substância química encontrada em cogumelos alucinógenos, que se tornaram populares a partir da década de 1960, graças ao movimento hippie.

Pesquisadores concluiram em um recente estudo que tal substância pode auxiliar fumantes na luta para largar o vício da nicotina.

Calma! Antes que você saia correndo para a floresta atrás de cogumelos para largar o vício do seu careta, é melhor não se medicar de maneira espontânea, pois os participantes passaram por sessões de terapias com psicólogos, mudando gradativamente seus hábitos e comportamentos.

Cogumelo Amanita

Cogumelo Amanita

O referido estudo contou com dez homens e cinco mulheres em torno de 50 anos de idade, psiquiatricamente saudáveis, porém, todos eram dependentes de nicotina há mais de 30 anos e fumavam em media 20 cigarros por dia. Era essencial que os participantes tivessem tentado parar de fumar no mínimo seis vezes com outros tratamentos que não deram certo.

Na primeira sessão, os participantes tomaram uma dose de 20mg de Psilocibina em forma de pílula, e nas sessões subseqüentes elevaram a dose para 30mg. O estudo durou dois meses, e foram cerca de oito semanas tomando a substância em locais isolados com o acompanhamento de música e relaxamentos, para que se concentrassem em seus pensamentos interiores.

O tratamento contava com a ajuda profissional de psicólogos que continuaram por mais alguns meses encontrando os pacientes. Essa moderação foi essencial para o resultado final, pois cerca de 80% dos participantes pararam de fumar. Essa taxa é muito alta, principalmente se comparada a estudos atuais que usam medicamentos químicos como a vareniclina – utilizada hoje nas prescrições médicas como o melhor remédio para quem quer parar de fumar, embora tenha apenas 35% de sucesso.

Quando alguém consome Psilocibina, uma serie de alterações ocorrem, como a mudança de humor, alterando o comportamento e tornando a percepção falha. Por isso, é necessário acompanhamento profissional, instituindo normas e regras a serem seguidas.

Os cogumelos foram descobertos na América Central, próximo à região do México. Eram consumidas em rituais religiosos a milhares de anos atrás, e a população alegava que o efeito os colocavam próximos de ancestrais e de deuses, facilitando a comunicação espiritual. Atualmente, a Psilocibina é usada para fins recreativos.

Alguns autores de estudos apontam que os alucinógenos podem ser utilizados de maneira terapêutica, desde que seja indicado por um profissional da área, sendo utilizados para o tratamento da depressão.

Antes que você saia atrás de cogumelos, os pesquisadores mandam um recado: ‘’Apesar de obtermos ótimos resultados, eles foram realizados com doses controladas, dentro de um planejamento e estudo. Isso não significa que você tenha que sair comendo cogumelos mágicos’’.

Cogumelo Amanita

Cogumelo Amanita

Parar de fumar não é uma reação simples de Psilocibina, como acontece com outros medicamentos que afetam diretamente os receptores de nicotina, dizem os pesquisadores do caso em um comunicado à imprensa. Quando administrado após uma cuidadosa preparação e no contexto terapêutico, a Psilocibina pode levar a uma profunda reflexão sobre a vida e pode encadear motivação para mudar hábitos.

É importante ressaltar que o grupo de estudo foi pequeno. Para que os estudos continuem, é necessário haver grupos diferentes com vários níveis de fumantes de todos os tipos e idades diferentes. O próximo passo dos pesquisadores é utilizar a Psilocibina em forma de adesivo para o corpo.

Leia mais sobre a Psilocibina – o principio ativo que pode ajudar os fumantes aqui.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Loading...