A NASA está se apressando ao máximo para terminar um novo veículo rover para Marte, e a missão que vai levá-lo ao planeta vermelho já tem um data definida. O novo rover deixará a Terra em agosto de 2020, e em fevereiro de 2021, ele deve chegar à superfície de Marte para buscar sinais de vida.

Se o rover, que ainda não possui um nome, e a NASA o tem chamado temporariamente de Mars 2020, parece familiar a você, há uma boa razão para isso. Ele foi modelado baseado no Curiosity, que chegou em Marte em 2012 e, apesar de alguns problemas, continua funcionando por mais anos do que o esperado. Embora o Mars 2020 parece bastante com a Curiosity, há uma série de diferenças entre eles.

O Mars 2020 conta com câmeras e microfones melhores, assim como pneus e rodas mais grossas para evitar que ele tenha problemas como o Curiosity teve. Há também um mecanismo de perfuração e um radar de penetração no solo para olhar por baixo da superfície de Marte. Como o objetivo primário do Mars 2020 é procurar por sinais de vida, ele também contará com recursos para analisar componentes químicos orgânicos, incluindo um dispositivo que testará a habilidade de formar oxigênio do planeta para futuros esforços de colonização. Alguns dos recursos considerados pelos pesquisadores, no entanto, foram rejeitados.

“Solicitaram para a gente estudar a possibilidade de levar uma espécie de helicóptero junto”, disse Kenneth Farley, cientista-chefe do projeto Mars 2020. “No entanto, o Mars 2020 definitivamente não vai ser um drone voador.”

veiculo-marte-1

Um modelo de braço robótico do veículo Mars 2020. Imagem: NASA

Embora a estrutura de pouco mais de 1 kg já esteja finalizada, há ainda um monte de coisas a serem feitas até o lançamento em 2020. Não só eles devem terminar a construção, como a NASA também deve selecionar um lugar para pouso que irá colocá-lo em um local onde provavelmente houve vida em Marte.

“Há um período muito curto, pois a missão parte em 2020″, observou Farley. “Se nós não acertarmos o local certo, teremos de esperar mais dois anos. Então, temos trabalhado muito para acertar.”

Quando o rover finalmente chegar em Marte, o pouso vai ser tenso. O veículo entrará na atmosfera do planeta a uma velocidade de quase 18 mil km/h e usará uma combinação de um paraquedas supersônico e foguetes para reduzirem sua velocidade de queda. Se tudo der certo, uma das primeiras coisas que ele vai transmitir serão imagens de seu pouso. Após isso, o trabalho real do Mars 2020 vai começar.

Loading...