Acho que todos aqui já viram em fimes as cinzas de um corpo em um potinho.É a cremação.

Sim, o corpo é queimado, mas o curioso é ver o processo inteiro. Veja no vídeo abaixo:

A Cremação

Cremação é uma técnica funerária que através da queima, reduz o corpo em cinzas. A cremação é feito aqui no ocidente em fornos crematórios. Este método oferece menos riscos ambientais que o sepultamento do corpo.

História da cremação

A cremação é um dos processos mais antigos praticados pelo homem. Os gregos, em 1.000 a.C. utilizavam a cremação para rituais fúnebres. Já os romanos, começaram em 750 a.C. Você já deve ter visto algum filme fazendo isto, não é?

No Japão, a cremação foi adotada pelo Budismo, em 552 d.C. Como em outras regiões, começaram pelos nobres e depois foi adotada por todo o povo. No Japão, a cremação é incentivada pela falta de espaço para sepultamento. Em 1867, foi promulgada uma lei que tornava obrigatório cremar pessoas mortas por doenças contagiosas. ASsim, as pessoas começaram a considerar normal a cremação.

No Brasil, a cremação exige que a pessoa registre em cartório o desejo de ser cremado, ou então que um parente próximo requisite o serviço.

Em 1974, foi unaugurado o primeiro crematório no Brasil, o Crematório Municipal de Vila Alpina, na cidade de São Paulo. Este chega a cremar mais de 300 cadáveres por mês.

O processo de cremação

Cremação

A cremação começa quando a pessoa ainda está viva! Pois no Brasil é necessário registar em cartório o desejo de ser cremado. Também pode ser registrado por um parente próximo.

Depois do velório, o corpo não é levado até a cova, e sim para uma sala refrigerada. No crematório, normalmente é no subsolo que fica a câmara fria. Os corpos ficam24 horas no frio. Neste período, a família ou a polícia podem requisitar o corpo de volta.

Depois das 24 horas, o corpo entra em um forno com todas suas roupas e também com o caixão (do caixão são retirados apenas as alças de metal). Sustentado por uma bandeja que impede o contato direto com o fogo, o caixão entra no forno com temperatura de 1.200º C. Esse calor faz a madeira do caixão e as células do corpo evaporarem ou volatilizarem, passando direto do estado sólido para o gasoso. O cadáver começa a sumir

Depois de 2 horas no fogo, só as partículas inorgânicas como os óxidos de cálcio que formam os ossos resistem ao calor. Estes restos são colocados no moinho que tritura até ficar como pó. O moinho funciona por cerca de 25 minutos.

Depois dessa etapa, as cinzas em pó são guardadas em urnas e entregues à família do morto.
No final do processo, uma pessoa de 70 quilos fica reduzida a menos de um quilo de pó.
Em São Paulo, a cremação custa a partir de 105 reais, metade do preço de um enterro simples

Loading...