Criaturas insanas capturadas por um pescador de profundidade russo

À medida em que a humanidade olha cada vez mais para fora do planeta, em busca de vida em planetas distantes, um pescador de profundidade russo, nos lembrou da incrível biodiversidade que está à espreita nas profundezas do nosso próprio planeta – a maioria das quais ainda não sabemos literalmente nada.

Trabalhando em uma traineira baseada no porto de Murmansk, Roman Fedortsov certamente viu uma ou duas coisas em suas aventuras nas águas geladas do Mar de Barents. E enquanto não devemos celebrar o fato de que tantas criaturas de profundidade excepcionalmente únicas foram acidentalmente apanhadas nas redes de pesca lançadas por Fedortsov e seus companheiros de tripulação, sua coleção de peixes que se parecem com alienígenas nos dá, pelo menos, a oportunidade de estudar algumas das criaturas mais bizarras do planeta.

Exibindo a sua coleção de monstros de profundidade em suas páginas do Twitter e do Instagram, Fedortsov revela animais como o espantoso tubarão-fantasma, ou quimera como também é conhecido. Vivendo em profundidades de cerca de 2.600 metros (8,500 pés), estas criaturas misteriosas são extremamente elusivas, e foram filmadas apenas pela primeira vez no início deste mês.

Os olhos dos tubarões fantasmas só brilham em verde quando estão na luz e permanecem negros na escuridão do mar profundo. De fato, a escuridão é uma característica comum a muitos predadores que vivem nas profundezas escuras, pois isso garante que eles absorvam em vez de refletir a pequena quantidade de luz que atinge seu habitat, garantindo que permaneçam invisíveis à presa.

Do mesmo modo, os comprimentos de onda vermelhos da luz não penetram no mar profundo, por isso os peixes com pele vermelha também não refletem qualquer luz e são impossíveis de ver. Este espécime, que parece semelhante a um cantarilho, é o exemplo perfeito.

Uma foto publicada por roman_fedortsov (@roman_fedortsov) em