No meio do deserto do Turcomenistão Karakum, perto de uma pequena aldeia chamada darvaz, repousa uma cratera. Mas não é apenas qualquer cratera, essa é apelidada de Porta do Inferno.

Descoberta em 1971, os geólogos encontraram uma área de gás natural, com significativas areas com petróleo. E o “incêndio” teve inicio quando a ex-União Soviética perfurou a região, e em 1971, o chão cedeu, abrindo assim o buraco apelidado de Porta do Inferno.

Com medo que a cratera começasse a soltar gases venenosos pela região, então os cientistas tiveram que tomar uma decisão de atear fogo, para que o gás não se espalhasse, porém, as chamas não acabaram até hoje, e são mais de 40 anos assim, sendo assim um símbolo de Turcomenistão e o local hoje recebe turistas.

Confira as imagens da Porta do Infernoporta_do_inferno_1

The Soviets were digging for natural gas in the 1950s, the ground collapsed, and with an explosion was born the Darvaza Gas Crater, burning to this day

porta_do_inferno_3

porta_do_inferno_4

porta_do_inferno_5

porta_do_inferno_6

porta_do_inferno_7

porta_do_inferno_8

porta_do_inferno_9

porta_do_inferno_10

porta_do_inferno_11

 

Loading...