Estudante desenvolve lente solar que purifica água poluída gastando bem pouco

Já imaginou um purificador de água barato? Foi o que Deshawn Henry fez. Ele é estudante da Universidade de Buffalo, faz Engenharia Civil e está no segundo ano. Ele foi até uma loja de hardware e escolheu alguns itens baratos para desenvolver uma lente solar que pode limpar 99,9% dos patógenos de um litro de água em cerca de uma hora. Dá pra purificar mais ou menos 12 litros de água por dia, já que utiliza o sol. O projeto de pesquisa é prático e de baixo custo, e com grande potencial de ser implementado no cotidiano das pessoas e também a salvar vidas que precisam de água limpa.

Mais de um bilhão de pessoas no mundo não têm acesso a água limpa, levando à morte de uma criança com idade inferior a 5 anos a cada minuto. Muitas opções de tratamento de água são caros.

O sistema é simples, tem uma estrutura de seis metros de altura coberto com uma lente construída de folhas de plástico e água, que se concentra para baixo em um recipiente de tratamento para a água. Esta simplicidade do design é por causa do baixo custo, e também dá possibilidade de qualquer um obter um sistema assim e dar água potável para sua família.

A lente é capaz de aumentar a luz solar e aquecer um litro de água a cerca de 54°-65° Celsius em cerca de uma hora. À medida que o sol muda de posição, o recipiente de tratamento para a água precisa ser ajustado a fim de ficar sob o ponto focal da lente. Este processo de aquecimento elimina cerca de 99,9% de agentes patogénicos presentes na água, deixando-a limpa e potável.

“O sistema de purificação de água pode ter um enorme impacto nos países em desenvolvimento”

“Milhões de pessoas morrem a cada ano de doenças e patógenos encontrados na água suja, e eles não podem fazer nada, porque isso é tudo o que eles têm. Ou eles bebem ou morrem.”

Disse Henry em comunicado para imprensa. “Eu vi como atividades de pesquisa intensas podem inspirar os alunos da UB e educar a próxima geração de inovadores”, acrescentou James Jensen, o professor que supervisionou o projeto de Henry durante o verão. “O trabalho de Deshawn permite que uma família em uma região ensolarada possa tratar a água que vai beber sem ter que gastar energia ou depender de tecnologias importadas.”

Aqui no Brasil com certeza será bem-vindo este projeto, não é verdade?

Loading...