A maior aeronave do mundo, a Airlander 10, fez nesta semana o seu primeiro voo, ela vem sendo chamada de “bunda voadora”, e deveria ter feito a sua primeira viagem no último domingo, mas o voo foi adiado devido a um “pequeno problema técnico”. A fabricante do dirigível, a Hybrid Air Vehicles, não tinha revelado quando o o voo aconteceria, mas o veículo finalmente decolou do aeroporto de Cardington, perto de Londres.

O voo em si não foi muito longo, apenas meia hora, de acordo com a AP, mas aparentemente atraiu centenas de pessoas. O dirigível de 90 metros de comprimento combina elementos como “asa fixa de aviões e helicópteros com uma tecnologia mais leve que o ar”, resultando numa espécie de Frankenstein colossal. Os criadores afirmam que a aeronave pode ficar no ar por mais de duas semanas, sem tripulação.

A Airlander 10 é um dirigível 25% maior que um Boeing 747. O volume dele é de cerca de 38 milhões de metros cúbicos; ele pode atingir mais de 6.000 metros de altura e voar a 144 km/h.

Segundo a AP, a Airlander 10 foi originalmente criada para o serviço militar dos EUA, que queria usá-lo para “vigilância no Afeganistão”, mas o plano foi deixado de lado em 2013.

Ao contrário de outras aeronaves notáveis, como, por exemplo, a Hindenburg, a Airlander 10 usa hélio para se manter no ar. De acordo com a Hybrid Air Vehicles, ela consegue resistir a “diversos buracos de bala” e operar “em qualquer condição climática”. O avião pode ser usado para pesquisas acadêmicas e transportes, inclusive para lugares remotos.

Fonte: Associated Press

Loading...