Curiosidades TODOS

Maior aeronave do mundo sofreu um acidente após voar pela segunda vez

A poucos dias falamos sobre o voo inaugural da Airlander, a maior aeronave do mundo. Mas as coisas não foram tão bem na segunda tentativa.

A aeronave, que ganhou fama pelos 92 m de comprimento e pelo formato que lembra uma bunda, fez seu segundo voo experimental nesta quarta-feira (24) em Bedfordshire (Reino Unido).

Ao todo, ela ficou no ar por 100 minutos. No entanto, a Airlander, feito pela HAV (Hybrid Air Vehicles), começou a ter problemas quando estava aterrissando. Durante o processo, a aeronave começou a embicar, como se fosse bater de frente com o solo. No fim das contas, houve um pequeno recuo, fazendo com que o local onde fica o cockpit da aeronave colidisse com o chão.

Apesar do incidente, a empresa diz que ninguém se feriu no processo. Ainda não se sabe o que causou este problema na aterrisagem. De acordo com a BBC, uma testemunha informou que a aeronave bateu em um poste elétrico um pouco antes de pousar. A HAV, no entanto, nega.

A companhia divulgou o seguinte comunicado para comentar o ocorrido:

“A Airlander teve uma aterrisagem complexa e a parte frontal da aeronave sofreu alguns danos, que já estão sendo solucionados. Os pilotos e a tripulação de solo estão sãos e salvos, e a aeronave está protegida em sua posição normal em um ancoradouro.”

A Airlander 10 é um dirigível 25% maior que um Boeing 747. O volume é de cerca de 38 milhões de metros cúbicos; ele pode atingir mais de 6.000 metros de altura e voar a 144 km/h.

Ao contrário de outras aeronaves notáveis – como, por exemplo, o Hindenburg – a Airlander 10 usa hélio para se manter no ar. De acordo com a Hybrid Air Vehicles, ela consegue resistir a “diversos buracos de bala” e operar “em qualquer condição climática”. O avião pode ser usado para pesquisas acadêmicas e transportes, inclusive em lugares remotos.

Fonte: BBC