Sem querer a NASA teria descoberto como superar a velocidade da luz

Exatamente isso que você leu!

Segundo a imprensa norte americana, a NASA vem trabalhando no Johnson Espace Center em um propulsor eletromagnético a vácuo totalmente novo foi idealizado por engenheiros espaciais. O propulsor, apelidado em um primeiro momento de ‘’Warp’’ faz referência a famosa série Star Trek.

Porém, um acidente ocorreu devido ao laser disparado na câmara de ressonância em um momento diferente dos cálculos dos engenheiros. Segundo a NASA, atualmente o maior impacto nas viagens espaciais é o peso do combustível. Se os estudos avançarem, em breve será o inicio de uma nova era espacial.

Atualmente uma viagem não tripulada para Marte leva cerca de sete meses, com a nova tecnologia espacial a viagem seria realizada em até setenta a dias. Também, poderia ser realizado um ‘’bate-volta’’ para a lua, estipulado que o trajeto seria realizado em até quatro horas.

No passado, um propulsor parecido teria sido testado, só que sem sucesso. Dessa vez a NASA foi ‘’assertiva’’ ao colocar o propulsor nessas condições, com o sucesso do experimento a NASA volta novamente a pensar sobre as atividades de visitar a Lua, desenvolvendo a sua nova nave batizada de WarpStar-1.

Fonte: News Max | NASA Space | info Escola

Confira algumas imagens de foguetes da NASA;

NASA_01 NASA_02 NASA_03 NASA_04 NASA_05