No último domingo, 24 de janeiro, nosso querido explorador Opportunity fez 12 anos no solo de Marte.

Desembarcando em 2004 e com uma uma vida útil de alguns meses, a NASA pensava que o seu painel solar seria coberto por poeira e que pararia de funcionar rapidamente. Porém, uma série de fatores incluindo vento em Marte, fez com que a sonda suportasse o ambiente marciano até os dias de hoje.

Com tanto tempo rodando, a sonda já começou a mostrar sua idade, hoje é mais difícil de manobrá-la e com alguns problemas de armazenamento de memória. Além disso, dois dos seus instrumentos científicos já param de funcionar.

Opportunity está atualmente explorando uma região rica em minerais que se formaram em condições molhadas. A área é chamada Maratona Vale. Esse nome é proveniente de seu tamanho, uma área de 42 quilômetros.

“Com os níveis de energia estáveis, estamos ansiosos para a conclusão dos trabalhos no vale, e este ano vamos continuar em frente com a sonda Opportunity”, disse John Callas, um dos líderes do projeto de exploração, que está na etapa de remoção da crosta superficial das rochas no vale, realizando estudos na textura e composição com a ajuda do braço robótico.

O inverno em Marte começou em janeiro, sendo assim, a energia solar que o explorador está recebendo é significativamente menor do que o habitual. A equipe teve que fazer um reposicionamento com orientação para o sol, favorecendo a quantidade de energia dos painéis solares, permitindo assim, operações que consomem energia, como perfuração de rochas.

O projeto está totalmente financiado até ao final de 2016, e a NASA disse que já existem projetos de extensão. Na última avaliação, o Opportunity recebeu a mais alta classificação de prioridade do que qualquer missão a Marte.

Confira algumas imagens do Opportunity

Opportunity_1 Opportunity_2

IDL TIFF file

IDL TIFF file

Opportunity_5

 

Loading...