Um palácio grego repleto de objetos antigos, que estava em um roteiro perdido, pode ser o palácio há muito perdido da antiga cultura micênica de Esparta, uma das mais famosas civilizações da Grécia antiga.

O complexo de 10 quartos, chamado de Ayios Vassileios, estava cheio de artefatos impressionantes, uma série de objetos de culto, figuras de barro, uma cabeça de um touro, espadas de bronze e fragmentos de pinturas de murais, segundo divulgou o Ministério da Cultura da Grécia. Os pesquisadores ficaram impressionados com o fato de os artefatos terem sobrevivido por tanto tempo, já que o palácio foi completamente queimado no século 14 a.C.

A descoberta pode eslarecer questões sobre um período misterioso na história da civilização micênica, a cultura da Idade do Bronze que misteriosamente entrou em colapso em 1200 a.C

Enquanto o desaparecimento de Esparta segue um mistério, em 2013, pesquisadores da Universidade de Paul Sabatier-Toulouse, na França, sugeriram que uma seca teria dado fim aos espartanos, enquanto há uma teoria concorrente que diz que um terremoto destruiu a civilização. A descoberta é importante, porque, enquanto os especialistas sabem que Esparta era um local importante no período micênico, eles nunca haviam encontrado um palácio desta época na planície espartana.

Matéria copiada ilegalmente do site Momento Curioso - www.momentocurioso.com.br Matéria copiada ilegalmente do site Momento Curioso - www.momentocurioso.com.br Matéria copiada ilegalmente do site Momento Curioso - www.momentocurioso.com.br Matéria copiada ilegalmente do site Momento Curioso - www.momentocurioso.com.br

Loading...