Poluiçao pode estar causando a diminuição no nascimento de crianças do sexo masculino

Em muitos países estão chegando a conclusão de que a poluição da atmosfera está causando a diminuiçã do nascimento de crianças do sexo masculino. Estudos da USP e da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) indicaram que, quanto maior for a quantidade de fuligem da queima da cana-de-açúcar e o uso de  agrotóxicos nas lavouras, menor será a quantidade de crianças nascidas do sexo masculino.

image

Os pesquisadores chegaram a conclusão de que as substâncias químicas chamadas desregulamentadores endócrinos, que estão presentes nos poluentes, mudam o mecanismo de regulação do eixo hipotálamo-hipófise-gônadas e está inibindo o nascimento de espermatozóides que possuem o cromossomo Y ( que determina o sexo masculino).

image

Então isso significa que o aumento da poluição está causando o nascimento de mais mulheres que homens. Mas, um ponto explicado por outro autor do estudo, o urologista Jorge Hallak, afirma que o cromossomo Y, que define que a criança será do sexo masculino, é bastante frágil à exposição de alguns agentes químicos presentes na atmosfera. Isso nos trás mais dois pontos: será que os homens estão em extinção? Pode ser esse o começo do fim da população humana? Isso fica com vocês.