Imagine que você está olhando para fora da janela de um avião – com muitas horas para gastar e uma perspectiva de como deus fez mundo (se você for ateu ignore…) – você pode obter perspectiva de algumas das grandes questões da vida: Será que estamos sozinhos no universo? Como é que tudo começou? Existe um propósito para a nossa existência? Espere, o que são esses pequenos buracos nas janelas de avião?

Graças à mente curiosa de Robbie Gonzalez , a última destas questões podem ser respondidas. Depois de não encontrar nenhuma resposta plausível em fóruns de internet, ele decidiu pesquisar por uma cópia de um manual de manutenção do Boeing 737 no site Wikileaks e contactar Marlowe Moncur, Diretor de Tecnologia para GKN Aerospace, líder mundial na área de passageiros e desenvolvimento e design de janelas.

extra_large-1464369623-3648-why-do-all-airplane-windows-have-a-tiny-hole-in-them (1)

Como você já deve ter adivinhado, é fazer com regulação da pressão.

Ele constatou que a maioria das janelas de cabina consistem de painéis exteriores, médio e interno – todos os quais são feitos de uma resina sintética super forte. Normalmente, é o painel central que tem o pequeno buraco misterioso.

Apenas os painéis exteriores e médios são, na verdade estruturais, enquanto o interior é muito bonito e a prova de falhas e para proteger as outras camadas. Moncur disse que é apenas para manter a pressão de cabine, em um raro caso de falha do painel exterior.

Viajando a 10.600 metros (35.000 pés), a pressão é de cerca de 1,5 kg (3,3 libras) por polegada quadrada. Isto é baixo de mais para o corpo humano ficar consciente, de modo que a pressão é mantida artificialmente a cerca de 3,5 kg (8 libras por polegada quadrada). Mas é claro que, se aumentar a pressão para dentro, a estrutura tem de ser forte para manter a diferença entre a pressão externa e a pressão interna.

De acordo com Gonzalez, o pequeno buraco está lá para agir “como uma válvula de fuga, permitindo que a pressão entre o ar na cabine de passageiros, e o ar entre os painéis exteriores e médios para equilibrar.” Simplesmente, ele garante que apenas o painel exterior mais forte  está sob pressão, deixando o painel do meio disponível no caso de uma emergência.

Loading...