Lua-Saturno

Encélado: jatos de água no polo sul, núcleo rochoso e um imenso oceano sob a crosta de gelo

Imensa notícia para quem (como a gente – e a Nasa) espera que possamos encontrar vida logo ali na esquina, no nosso Sistema Solar: Encélado, uma pequena lua de Saturno, tem um oceano que cobre toda sua superfície, quilômetros abaixo da camada de gelo que é visível externamente. A notícia vem da missão Cassini, que já havia revelado os grandes gêiseres de água no satélite, tão fortes que expelem o líquido para o espaço, próximos a seu polo sul.

A hipótese aceita anteriormente é que, se houvesse oceano, seria uma calota, não um mar global. Os cientistas chegaram à nova conclusão analisando dados de mais de sete anos de movimento do satélite, colhidos pela sonda Cassini, que está nas imediações de Saturno desde 2004. Eles notaram que, nas suas voltas pelo planeta, Encélado “chacoalha ligeiramente”. A razão é a mesma pela qual todo mundo acaba se arrependendo por encher um copo de café até a borda e tentar trazê-lo para a mesa: uma enorme quantidade de líquido desestabiliza seu movimento. “Esse foi um problema difícil que exigiu anos de observações e cálculos envolvendo um ampla gama de disciplinas, mas estamos confiantes que finalmente entendemos direito”, afirma Peter Thomas, membro da equipe de imagens da missão Cassini.

A minúscula lua ? com 500 km, seu diâmetro é 1/7 do de nossa Lua – acaba de ser promovida para o número 1 entre os candidatos à vida no Sistema Solar? as luas e planetas onde existe água em estado líquido, como Europa, queridinha anterior que ganhou até filme.

Em Encélado, não só existe um monte de água, mais solidamente comprovado que nos outros casos, como essa água já mostrou ter componentes orgânicos simples e, talvez o mais importante, também existem fontes hidrotermais – que, aqui na Terra, abrigam ecossistemas independentes da luz do Sol. Melhor ainda: os gêiseres formam um canal pronto entre o oceano e o exterior, e podem permitir averiguar essa possibilidade. Se segura, que tem mais: a sonda deve passar a meros 30 quilômetros de Encélado em 28 de outubro, atravessando um desses jatos.

Fonte:

Cassini Finds Global Ocean in Saturn’s Moon Enceladus, Nasa

Loading...