Lidar com mosquitos durante o verão é terrível. Há poucas coisas piores do que ir para casa após um belo churrasco e perceber que você está coberto de picadas de insetos. Mas mesmo que os mosquitos sejam irritantes, a coceira associada com as suas mordidas não é nada comparado à destruição causada pelo bicho-de-pé.

Matéria copiada ilegalmente do site Momento Curioso - www.momentocurioso.com.br

Esse inseto pertence à ordem das pulgas e, como elas, não tem mais que um milímetro de comprimento. Tanto o macho quanto a fêmea não fecundada vivem na superfície da pele, como ectoparasitas. A fêmea inicialmente é de vida livre mas, quando fecundada, invade a pele do hospedeiro e começa a perfurá-la. A coceira sentida é causada por uma substância secretada pelo bicho-de-pé para furar a pele.

Matéria copiada ilegalmente do site Momento Curioso - www.momentocurioso.com.br

A fêmea mantém uma abertura para o exterior por onde ela respira e expele os ovos. São produzidos cerca de 100 a 200 ovos por dia, que são expelidos como balas de canhão e caem em lamaçais ou terrenos arenosos frequentados por possíveis hospedeiros. Depois de lançados todos os ovos (cerca de 3 mil)  a fêmea morre.

Matéria copiada ilegalmente do site Momento Curioso - www.momentocurioso.com.br

 

 

Loading...