Vida de Sardinha – Apartamentos de 5m² viram atração no Japão


Alguns países, como por exemplo o Japão, têm de lidar com um desafio que para outros países parece ser impossível: o crescimento de habitantes em um território relativamente pequeno. Com a densidade demográfica crescente no pós guerra, eles foram obrigados a criar moradias mais compactas que se adequam ao espaço urbano e à renda da sociedade. Este processo foi denominado de “Metabolismo Japonês”.

micro apartamento - vida de sardinha

Pode-se observar edifícios como o famoso “Nakagin Capsule Tower”, em Tokyo, que é composto por 140 “capsulas” de aproximadamente 30m², inicialmente criadas para homens de negócios que precisavam de uma moradia na grande metrópole. Atualmente, algumas dessas capsulas servem de escritórios para reuniões corporativas.
Mas não pense que pára por aí! Os espaços dos imóveis no Japão podem ser tão compactos que, para fugir dos altos preços dos novos empreendimentos do país, é necessário tomar medidas drásticas. Um cidadão japonês – cujo nome não foi identificado – optou por viver em um “apertamento” com cerca de 5m².

Mas esta onda de otimizar os espaços a fim de torná-los mais práticos e mais baratos não se restringe apenas ao Japão. No Brasil, por exemplo, os micro-apartamentos viraram tendência em grandes cidades, como São Paulo, devido à sua praticidade. Além de tudo, estes novos imóveis são feitos para atender a um novo perfil de usuário; geralmente jovens na faixa etária entre 25 e 35 anos solteiros que moram sozinhos e que se dedicam prioritariamente aos seus trabalhos. Ademais, este perfil inclui casais novos (geralmente sem filhos) que buscam uma maior qualidade de vida, sendo que estes imóveis geralmente se localizam nas proximidades de seus locais de trabalho.

Destaca-se também, segundo um dos maiores portais imobiliários, a Agente Imóvel, que a escassez de grandes territórios em grandes áreas urbanas como São Paulo colaborou para que este tipo de empreendimento se tornasse uma tendência, visto que estes micro-apartamentos se situam em grandes centros urbanos, refletindo assim em uma maior demanda dos investidores.